Bandas e DjsIngressos AntecipadosExcursões OficiaisHospedagensContato
Mini Blog Woodgothic



Festival Woodgothic 2017!!
Mais agradecimentos físicos, metafísicos e texto de Camila



Esta seção está subdividida nos itens abaixo:

- Biografia/Atrações
- Participação no cenário artístico
- O âmbito internacional
- Importância para o comércio local / sustentabilidade
- Importância para a comunidade local / filantropia
- A propaganda e o alcance turístico
- A idéia, o Sr. Juan Uviedo e a Associação Viva Criança

BIOGRAFIA / ATRAÇÕES

Até o presente, já foram realizadas quatro edições do Festival Woodgothic:

1 - Festival Woodgothic 2008 (visite a Galeria de Fotos)

Realizada nos dias 2 e 3 de Maio de 2008, a primeira edição trouxe para São Thomé das Letras
13 bandas e dj’s de diversas regiões do Brasil. O Festival foi realizado no Centro de Eventos, e causou grande repercussão em seu segmento; repercussão esta que se espalhou por todo o país através das mídias eletrônicas/internet. Abaixo, a lista de atrações:

BANDAS

Bells of Soul - São Paulo
The Knutz - Rio de Janeiro
Modus Operandi - Salvador
Escarlatina Obsessiva - São Thomé das Letras
A Banda Invisível - Brasília
Plastique Noir - Ceará
Days are Nights - São Paulo
Vitrine - Brasília
Alle Sterne Sterben - Porto Ferreira
Jardim do Silêncio - Salvador
Scarlet Leaves - São Paulo
Almas Mortas - Salvador
Elegia - São José dos Campos.

DJ’S

Lord A - São Paulo
Bacana - São Paulo
Paulo Leghorn - São Paulo

Festival Woodgothic 2008

2 - Festival Woodgothic 2010 (visite a Galeria de Fotos)

Realizada nos dias 3, 4 e 5 de Junho de 2010, também no Centro de Eventos de São Thomé das Letras, a segunda edição do Festival Woodgothic trouxe para São Thomé das Letras, além de atrações nacionais, também atrações internacionais. Tal acontecimento situou o Festival no patamar de evento continental de música underground, visto que, através do peso das suas atrações e da ampla e crescente movimentação em seus canais de divulgação virtual, se tornou então um centro de referência, e também um núcleo de desenvolvimento e encontro não só do cenário underground nacional, mas do cenário underground do continente Sul- Americano. Assim, pela primeira vez, o Festival trouxe atrações e público de outros países da América do Sul e Europa para a cidade de São Thomé das Letras em um evento deste tipo, quando ocorreram as apresentações de 16 bandas e JAM Sessions, e de 6 Dj’s, listados abaixo:

BANDAS


Bells of Soul - São Paulo
Última Dança - Rio de Janeiro
Segundo Inverno - São Paulo
Scarlet Leaves - São Paulo
Posthuman Tantra - Goiania
Projeto Renfield - Brasília
Escarlatina Obsessiva - São Thomé das Letras
JAM Session Escarlatina Obsessiva + Alien S Pagan
(França)
H.A.R.R.Y. and the Addict - São Paulo
Modus Operandi - Salvador
The Silent Party - São Paulo
Vitrine - Brasília
JAM Session Vitrine + Kell Kill (Brasília)
Bettina Koster - Alemanha
Glassbox - São Paulo
Plastique Noir - Ceará

DJ’S

Alien S Pagan - França
Gabrielle & Amnesiac - Chile
Rodrigo Cyber - São Paulo
Gago - São Paulo
Fernão - São Paulo

Festival Woodgothic 2011

3 - Festival Woodgothic 2011 (visite a Galeria de Fotos)

Realizada nos dias 23, 24 e 25 de Junho de 2011, também no Centro de Eventos de São Thomé das Letras, a terceira edição do Festival Woodgothic iniciou suas apresentações no dia 23 como o maior festival do seu gênero na América Latina, no que se refere a movimentação de público, movimentação na comunidade e comércio locais, quantidade de atrações nacionais e internacionais, e diversos outros fatores.
Desta forma, e visando principalmente o engrandecimento cultural e artístico de todo este variado segmento social, e de todo o resto que a ele é agregado, o Festival colocou, a partir desta terceira edição, São Thomé das Letras definitivamente no roteiro de cidades onde ocorrem festivais do mesmo gênero mundo afora. Tal fato, sem precedentes no que se refere a um evento cultural no município, abriu definitivamente as portas para novas perspectivas no que se refere a este ramo de turismo cultural ainda pouco explorado, e que pode e deve ser beneficamente explorado como forma de atração de um novo e variado público para o município. A cidade recebe um novo olhar, vindo de um novo público potencial, oriundo de diversas regiões do país e do mundo, público este que em sua maioria desconhece o potencial turístico e as belezas naturais de nossa região. Neste sentido, o Festival se estabelece como um novo ensejo ao turismo em nossa região.
O público crescente demonstra este potencial, assim como a sempre crescente repercussão das apresentações, como as desta terceira edição, listadas
abaixo:

BANDAS


Attrition - Inglaterra
Los Carniceros del Norte - Espanha
Espejos Muertos - Chile
The Dead Jivaro - França/Brasil
Pecadores - São Paulo
Scarlet Leaves - São Paulo
Jardim do Silêncio - Salvador
Pompas Fúnebres - Brasília
Segundo Inverno - São Paulo
Escarlatina Obsessiva - São Thomé das Letras
The Downward Path - São Paulo
Persephone Eyes - São Paulo
Kell Kill & Los Zumborrachos - Brasília
Ecos D’Alma - São Paulo

DJ’S

Alien S Pagan - França
Gabrielle & Amnesiac - Chile
Rodrigo Cyber - São Paulo
Gago - São Paulo
Fernão - São Paulo
Stark - Belo Horizonte
Wadão - São Paulo
Kell Kill - Brasília

Festival Woodgothic 2103

4 - Festival Woodgothic 2013 (visite a Galeria de Fotos)

Estabelecido como tradicional evento underground brasileiro, o Festival Woodgothic teve sua quarta edição realizada nos dias 30, 31 de Maio e 1° de Junho de 2013, como sempre no Centro de Eventos de São Thomé das Letras, com os shows das seguintes atrações:

BANDAS


The Cemetary Girlz - França
Hemophilia - Equador
The Dead Jivaro - França/Brasil
Plastique Noir - Ceará
H.A.R.R.Y. & the Addict - São Paulo
Última Dança - Rio de Janeiro
The Knutz - Rio de Janeiro
Poemas de Maio - São Paulo
Signo XIII - Brasília
Drei Hexen - Espírito Santo
Segundo Inverno - São Paulo
Blue Butterfly - Brasília
Ecos D'Alma - São Paulo
Gangue Morcego - Rio de Janeiro
Cinzas do Tempo - São Paulo
Escarlatina Obsessiva - São Thomé das Letras

DJ’S

Alien S Pagan - França
Rodrigo Cyber - São Paulo
Fernão - São Paulo
Gago - São Paulo
Zauber - São Paulo
Kell Kill - Brasília
Renato - Belo Horizonte
Klaus - São Paulo

Festival Woodgothic 2103

PARTICIPAÇÃO NO CENÁRIO ARTÍSTICO
(Importância para os artistas independentes em âmbito nacional)

O Festival Woodgothic, tendo-se, como acima mencionado, estabelecido como referência cultural em seu segmento, tornou-se de fundamental importância para o mesmo no país. Neste sentido, tais são as suas principais funções:
1 - núcleo de todo um movimento artístico-cultural
2 - ponto de referência e de encontro
3 - modelo de engajamento
4 - possibilidade de produção artística independente.
Pode-se dizer que agrega em torno de si uma infinidade de outros acontecimentos artísticos menores, de diversas naturezas e tipos, que ocorrem entre suas edições, por todo o país a fora, na medida em que justifica as expectativas, principalmente do público e dos artistas, tornando-se um ponto fixo: uma data bienal no calendário de raros eventos do gênero no Brasil.
Assim, o Festival apresenta também, fundamentalmente, como uma de suas conseqüências positivas, o incentivo à criação artística em âmbito nacional e, de forma prática, associa esta possibilidade da existência de tal iniciativa à imagem do município de São Thomé das Letras. É um fato positivo e raro, senão único na atualidade em todo o país, que a produção cultural independente de um pequeno município influencie de forma positiva a produção independente em outros municípios e grandes capitais.

O ÂMBITO INTERNACIONAL

Como conseqüência da já mencionada repercussão do Festival, e da notícia de sua existência, que rapidamente se espalhou pelas redes sociais e sites na internet, este chamou rapidamente a atenção do público, artistas e selos de gravação relacionados ao estilo, assim como demais ramos envolvidos no segmento cultural que representa, em diversas partes do Brasil e do mundo. A partir de então, o Festival começou a ser referido internacionalmente como um evento constante e sólido, bem estruturado em seus
elementos, marcando assim seu lugar e estabelecendo sua importância para o cenário cultural underground global, e mais especificamente para a América Latina, da qual se tornou o maior representante. Do Japão à América do Norte, passando por inúmeros países da Europa e da América do Sul, todos da “cena underground” sabem sobre o Festival Woodgothic, que acontece na peculiar São Thomé das Letras.
Definitivamente, o Festival coloca, sempre que inicia as divulgações de uma nova edição, São Thomé das Letras no centro de um burburinho cultural sem precedentes para o município, e do qual nem todos que observam o Festival de fora têm conhecimento, apesar de que tais fatos sejam notórios e oficialmente divulgados. Não existe em nosso continente maior reunião de artistas, com maior engajamento na produção, e maior duração, e maior movimentação de público, maior mobilização da comunidade local, e da comunidade cultural de todo o país, do que este Festival que acontece em São Thomé das Letras. Em nenhum evento do gênero em nosso continente se reúne maior diversidade do que no Festival Woodgothic em São Thomé das Letras. A partir da realização da primeira edição, o olhar, em diversas regiões do mundo, se voltaram para o Festival, e conseqüentemente para a cidade de São Thomé das Letras. Porque em todos os momentos das suas divulgações, sejam elas impressas ou virtuais, o Festival leva consigo o nome da cidade, assim como a exaltação de suas peculiaridades e atrações turísticas.


IMPORTÂNCIA PARA O COMÉRCIO LOCAL / SUSTENTABILIDADE

Habitualmente realizado no feriado de Corpus Christi, o Festival representa um importante e
significativo acréscimo no movimento turístico na cidade durante este feriado. O público diferenciado, renovado, aflui de diversas regiões, das mais próximas às mais distantes do Brasil. O Festival já recebeu público vindo de Estados que vão da Amazônia ao Rio Grande Sul, em caravanas e excursões vindas do Espírito Santo, Juiz de Fora, São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e outros Estados. Durante a ocasião de sua realização, as pousadas e hospedagens de São Thomé das Letras já receberam público de países da América do Sul (Chile e Argentina) e Europa (Inglaterra e França). É inegável a importância deste conjunto de realizações para o comércio local que, apesar de raramente perceber e valorizar tais iniciativas, delas vastamente usufrui. O Festival tem consciência de que é parte do
conjunto de necessidades e esforços gerados por tais iniciativas o constante esforço de conscientização neste sentido.
Deste modo, é claro que o Festival representa uma forma importante de pensar o turismo, e é um novo ramo que aponta para um outro caminho de sustentabilidade . Agrega evidentemente em torno de si diversos elementos e uma infinidade de possibilidades, como se propõe este documento a evidenciar, de maneira que fica clara a sua importância no que se refere à diversidade de elementos positivos em suas variadas conseqüenciais.

IMPORTÂNCIA PARA A COMUNIDADE LOCAL - FILANTROPIA

Toda movimentação cultural traz frutos positivos para a comunidade local. No caso de um evento internacional, há a reunião da diversidade, o que inegavelmente contribui positivamente para a comunidade local, de diversas maneiras. O Festival é consciente da importância desta contribuição, assim como de todas as outras que naturalmente lhe sucedem os esforços. É consciente da necessidade de tais atitudes, e as realiza na medida de suas possibilidades.
Desta forma o Festival, além da potencial contribuição cultural, e à parte a contribuição com suas possibilidades econômicas para o setor comercial e turístico, ainda pratica a filantropia como um de seus pilares ideológicos, arrecadando do público, além do valor da entrada, uma quantidade de alimentos que é doada à Associação Viva Criança, que os reparte sempre com as demais associações beneficentes do município, como é o caso do Asilo Municipal e da APAE. Na última edição o Festival totalizou, na soma das três edições realizadas, mais de uma tonelada de alimentos não perecíveis arrecadados e doados às
associações do município.
O Festival julga assim comprovar a integridade de seus objetivos e a idoneidade de seus ideais, intimamente relacionados à consciência da sua responsabilidade social em diversos sentidos, e evidenciar, com a descrição das suas características, a maneira especial como trata e avalia seus benefícios e conseqüências para a comunidade local e o município como um todo. É desta mesma maneira que o Festival reconhecidamente age no ambiente sócio-cultural-artístico onde se insere.

A PROPAGANDA E O ALCANCE TURÍSTICO

É considerável o esforço despendido na divulgação de um evento de tal qualidade, notadamente no que diz respeito aos investimentos e disponibilidade de mão de obra. O Festival age, na medida do possível, em todos os canais que tem à disposição.
Nos dias de hoje tem-se na internet uma ferramenta poderosa de divulgação de tais iniciativas e, além de sua construção física e realização prática, o Festival deve muito de seu sucesso a essa poderosa ferramenta pragmática: a divulgação virtual. Todas as suas realizações na prática têm alguma relação direta ou indireta com estes esforços de divulgação e ampliação de suas redes de contatos, em sentido global, no
ambiente virtual. Desta forma, as imagens da cidade, as fotos de seus pontos turísticos principais, o textos exaltando as suas belezas naturais, viajam ao redor do mundo juntamente com o volumoso material, não só virtual, mas também impresso em panfletos e cartazes, de divulgação do Festival.
É sempre válido ressaltar que todo este esforço de divulgação e propaganda atinge um público em sua maioria novo e renovado, que na maior parte dos casos desconhecia por completo a cidade até ter contato com a divulgação do Festival. Conte-se, entre estes casos, o público estrangeiro. E também faz-se necessário notar a qualidade, educação e consciência na preservação ambiental com os quais tal público vem imbuído por ocasião de sua viagem para São Thomé das Letras. É, inclusive, de fácil averiguação junto ao comércio local, pousadas, lojas e restaurantes, a diferenciação, em sentido positivo, no que se refere ao seu poder aquisitivo e potencialidade comercial, com relação ao público de outros feriados.
Assim sendo, o Festival tem realizado, durante esses últimos anos, em seu nicho, vibrante e incessante trabalho de divulgação do município de São Thomé das Letras, cujos efeitos perduram e se estendem para além dos limites da ocasião em que o Festival é realizado. As vantagens que o Festival traz, neste sentido, são tão duradouras quanto são persistentes na memória desse novo público as imagens das belezas de São Thomé das Letras.

A IDÉIA, O SR. JUAN UVIEDO E A ASSOCIAÇÃO VIVA CRIANÇA

O Festival Woodgothic foi idealizado pelos músicos da banda Escarlatina Obsessiva, residentes no município de São Thomé das Letras. A idéia surgiu impulsionada por 2 fatores:
1 - O desejo de realizar um show com sua banda no grande palco do Centro de Eventos
2 - A movimentação que existia na época (2008), com o surgimento de diversas bandas no cenáriounderground nacional.
Baseados nestes dois fatores, os organizadores procuraram, em meados de 2007, o Sr. Juan Uviedo, criador da Associação Beneficente Viva Criança, de São Thomé das Letras, notório ativista social e artístico, muito respeitado nesta comunidade, e solicitaram-lhe apoio para a realização de tal iniciativa. O apoio, não só financeiro, como logístico e prático, foi-lhes plenamente concedido pelo Sr. Juan para a realização da primeira edição que, como dito anteriormente, foi realizada com todos os méritos de iniciativa independente e filantrópica: naquela época o Sr. Juan cobrou apenas o alimento não-perecível como entrada simbólica.
O Sr. Juan veio a falecer durante os preparativos da segunda edição, fato que teve significante impacto nas vidas pessoais e profissionais dos organizadores, que tinham-no como grande amigo pessoal e incentivador.
Desde então, como um compromisso com Sr. Juan Uviedo, que em vida havia-lhes pedido que nunca desistissem de seus esforços, os organizadores tomaram para si a responsabilidade de não cancelarem a segunda edição, apesar das grandes dificuldades que teriam em realizá-la sem o apoio do Sr. Juan. No dia 3 de Junho de 2008, cumprindo aquele compromisso, a primeira banda subiu aos palcos do Centro de Eventos,
iniciando a Segunda edição do Woodgothic, que foi realizada como “Um Tributo a Juan da Montanha”.
Os organizadores têm prosseguido trabalhando para continuar cumprindo aquele compromisso, e a realização das edições subseqüentes continua tendo o apoio indiscutível da Associação Viva Criança, nos detalhes práticos, técnicos e logísticos.

* * *


< início